Como eu juntei o melhor time de escritores?

Pessoas incríveis estão dispostas a fazer coisas incríveis. É o estado natural delas.

Eu juntei um time de oito pessoas para escrever sobre diversas áreas no Coisas de Pedro. Aqui eu vou explicar porque eu fiz isso, e como foi juntar toda essa galera em um time criativo que está fazendo todo esse site acontecer.

A motivação

O Coisas de Pedro estava em um hiato que eu não tinha certeza de quando voltaria. Com a Identidade Visual sendo trabalhada, eu tirei um tempo para revisar textos antigos, mudar algumas coisas no site e na forma como eu via todo esse projeto.

O site tem esse nome porque eu me trancava no quarto, e passava noites em claro fazendo coisas que eram só minhas. Poemas, rabiscos e rascunhos de histórias, desenhos feios, letras de músicas e textos de todo tipo. Poucas pessoas liam. Mas muita gente sabia que, se eu estivesse no meu quarto, estaria fazendo “coisas de Pedro”. E foi assim até que essas coisas começaram a ser publicadas aqui neste espaço.

Quando eu comecei a ver pessoas falando sobre os meus textos e discutindo sobre as ideias que eu publicava, eu senti que a comunicação funciona. Mais além disso, eu queria que outras pessoas também sentissem isso. Por isso convidei pessoas próximas para participar desse projeto que, apesar de se chamar Coisas de Pedro, tinha tudo para ter coisas de outras pessoas também.

O chamado para aventura

O Maicon escreve a Nius. Ele já estava fazendo a nova identidade visual para o blog. Porque não convidá-lo a escrever também? Sei lá. De repente ele aceita. E aceitou.

A Beatriz escreve pro jornal da cidade. Além disso o blog neoiluminismo tem excelentes textos dela por lá. E se ela escrevesse uma coluna no meu blog? Ela gostou da ideia.

O Veetor vem em casa, e sempre temos conversas muito extensas sobre assuntos profundos e rasos, que inclusive já viraram episódios de podcast por aqui. Ele podia escrever algumas coisas, né.

Sempre tive muitas conversas com a Vitoria sobre músicas e obras que nos fazem pensar e mudar. Ela estava almoçando em casa e eu perguntei “você quer escrever para o Coisas de Pedro?” e ela disse “sim” sem pensar.

O Silvio trabalha na mesma empresa que eu. Passamos horas conversando sobre poesia e literatura. Ele é a pessoa que mais tem contos em coletâneas e prêmios que eu conheço. No dia que eu convidei pra escrever para o Coisas de Pedro já tinha um texto no meu e-mail.

A Priscila me indica séries que eu nunca vou ver. Algumas realmente estão na minha lista de “um dia, talvez, eu assisto” e eu pensei: “E se ela indicasse séries pra vocês, leitores do blog?” Ta aí. Pronto.

Passo horas jogando com o Victor. Ele joga mais jogos do que eu nunca vou jogar, e sabe muito sobre todos eles. “Victor, o que você acha de escrever reviews de jogos pro site?” ele falou “massa”. Deu no que deu.

Um dos Conversa de Pedro que mais aprendi foi com a Camila. Não só gravando o podcast, mas todo o dia com o Instagram dela. Foi uma honra e surpresa saber que ela teria um espacinho na agenda para escrever textos mensais para o Coisas de Pedro.

Time formado. Pessoas incríveis, textos maravilhosos sobre todos os assuntos possíveis. Agora, como foi organizar isso tudo para que o site funcionasse, e mantivesse com textos todo dia? Isso eu conto outra hora.

O que está achando do novo Coisas de Pedro? Comenta aqui embaixo, ou mande um e-mail pra coisasdpedro@gmail.com

Um comentário sobre “Como eu juntei o melhor time de escritores?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s