Planos jogados

Eu estava animado para 2020.

Nos primeiros quinze dias do ano eu fiquei bastante tempo sozinho. Aprendi a cozinhar coisas básicas, organizei um planner (ou bullet jornal), comecei a escrever um diário. Aprendi coisas novas no violão e no computador. Planejei coisas para este meu blog. Voltei a fazer exercícios.

Não só voltei a fazer exercícios, como comprei um tênis de caminhada, fui na academia e fiz minha matrícula. Viu como eu estava animado para 2020? Então calma.

Eu assinei seis meses de academia adiantados. Semanas se passaram, e eu mantinha meu planner em dia, bem como meu diário e os planejamentos para o blog. Ao final de Janeiro eu ainda ia à academia 5 dias por semana, escrevendo e lendo bastante quase todos os dias.

E, se você fez as contas, caro leitor…a minha assinatura da academia venceu ontem, dia 13 de julho. Até ontem eu poderia ir à academia, porque tinha pago mensalidades que me manteriam indo todos os dias.

Por volta do dia 13 de março, a pandemia do coronavírus já estava perdendo o controle, e o estado entrou em quarentena. Foram exatos dois meses sem perder academia. Perdi 2 dias, para ser justo.

Depois disso não saí mais de casa. Tampouco fiz exercícios em casa.

O meu planner? Está ali jogado no canto do quarto. O diário eu mantenho, junto com um restinho de sanidade. Dos meus planos para 2020, a maioria se foram junto com meu ânimo para vivê-lo.

Pelo menos, toda semana, nos vemos por aqui.

Obrigado.

3 comentários em “Planos jogados

  1. Pois é! Muito interessante como o mesmo evento acaba afetando cada um de uma forma diferente. Mas, em todos os casos, é um momento de repensar e refletir no que é realmente importante pra gente. Consistência e persistência é um treinamento que 2020 está dando pra todo mundo. E a gente passa a valorizar mais a nossa vida, e a de quem a gente gosta. Reavaliando prioridades, também.Por isso, continue escrevendo no seu blog! Estou acompanhando e gostando bastante

    Curtido por 1 pessoa

  2. engraçado eu comecei 2020 quase sem expectativas ou rumo, apenas continuaria a fazer o que já fazia eu também escrevia em um diário mas não com tanta frequência e a quarentena chegou e passei querendo ou não a fazer mas coisas que eu nunca imaginei fazer ou voltar a fazer, passei a fazer mas coisas que eu gosto inclusive começar o meu blog novamente já que no passado eu havia tentando mas tinha desistido facilmente, a quarentena me ensinou a ser mais consistente e persistente e acreditar nos meus sonhos e objetivos e querendo ou não me tornei muita disciplinada, acho que a quarentena foi diferente pra todo mundo.

    Curtido por 1 pessoa

Os comentários estão encerrados.