Origem da Angústia

Perguntaram para o presidente daquele país “mais à esquerda” como serão as consequências psicológicas da quarentena. Abaixo a tradução da resposta, com o Tweet da Luciana Taddeo.

É angustiante se salvar? Angustiante é adoecer. Não é angustiante preservar a saúde. Isso é angustiante.

Angustiante é que o Estado te abandone, e te diga ‘se vire como puder’. Não que o Estado te diga ‘fique em casa e se cuide enquanto eu vou procurar onde está o vírus’. Isso é angustiante. Que o estado não esteja presente.

Escuto muito esse comentário e quero esclarecer. Eu falo com os epidemiologistas e seguindo o conselho deles é que lhes pedi que as criancas tenham um tempo para sair das casas, que as pessoas tenham um tempo para sair das casas. 

Estamos em uma pandemia que mata gente. Dá para entender?

Estamos em uma pandemia de um virus desconhecido. Dá pra entender?

Estamos em uma pandemia de um virus que não tem remédio nem vacina. Dá para entender?

Fiquem em casa e cuidem-se.

E tentem levar isso da melhor forma possível.

Todos teremos a possibilidade de sair, para arejar, quando preciso. Mas eu peço: deixem de semear angústia.

Angustiante é que não cuidem de você. Angustiante é que o Estado te abandone.

Angustiante é quando o Estado diz “aqui não está acontecendo nada”.

Estão acontecendo coisas sérias. E por isso agimos da forma como agimos.

https://platform.twitter.com/widgets.js