Gerenciando o Tempo Entre as Lives

O tempo é um conceito abstrato.

Já falamos disso por aqui, mas nunca esse conceito esteve tanto em questionamento. Você não sabe se agora é hora de dormir ou de comer. Se você deveria estar acordando agora, ou desligando o computador e saindo do Zoom.

Se você está trabalhando de casa, ou é um dos milhões de brasileiros que estão de férias forçadas no meio dessa quarentena. Se está tendo EAD ou sua escola pública não tem aulas há algumas semanas. Se você já está zerando todos seus jogos de videogame, a Netflix, o feed do Instagram. O tempo agora está até deixando de ser um conceito pra você.

Pra você ter ideia, dia 1° de maio foi feriado. Quantos dias se passaram desde lá? Um mês?! Você sabia que foi feriado? Ou esse dia passou que você também nem viu?

Então aqui vamos para pelo menos duas dicas de como gerenciar seu tempo na quarentena:

Faça uma rotina

Depois de acordar e perceber que já perdeu umas 4 horas do dia, faça uma lista mental de coisas para fazer. Estabeleça um horário parar começar e terminar tarefas, e tente se ater a esse horário.

Depois de terminar uma coisa da lista, olhe para o que você fez. Sentir a satisfação de ter feito algo é tão importante quanto fazê-lo.

Tenha novos hábitos

Com tempo livre a mais a agenda, procure coisas novas para preencher esse tempo. Se o cursinho foi cancelado, e não tem EAD que salve, adicione a leitura de algum livro, ou algum curso online no lugar. Se a academia fechou, faça os exercícios em casa, por mais difícil que seja.

A ideia é preencher as lacunas que o isolamento social impuseram para todo mundo.

Revisite amizades

Procure no Facebook aquele amigo que faz tempo que você não conversa. Mande uma mensagem. Atualize o número na sua agenda, e o contato na sua vida.

É tempo de reatar laços. De reviver memórias e contar histórias.

Mesmo com o comercio reabrindo e a vida aparentemente estar voltando ao normal, ela não está. Ainda precisamos ficar em casa. E usar esse tempo de crise para melhorarmos enquanto sociedade, e enquanto seres humanos